Início

sábado, 30 de abril de 2011

A jornalista e o carnaval

video

A calcinha e a luva

O autor merece um prêmio. Pena que não sei quem é.

Um jovem estudante, ao passar em uma loja em São Paulo , resolveu comprar um belo par de luvas para enviar a sua jovem namorada, ainda virgem, de família tradicional mineira, a quem muito respeitava.

Na pressa de embrulhar, a moça da loja cometeu um 'pequeno' engano, trocando as luvas por uma CALCINHA!


O jovem, não notando a troca, enviou o presente via SEDEX junto com a seguinte carta: Olha a merda....

São Paulo , 30 de maio de 2010.

Querida:
Sabendo que dia 12 próximo é o Dia dos Namorados, resolvi te mandar este presentinho. Embora eu saiba que você não costuma usar (pelo menos eu nunca te vi usando uma), acho que vai gostar da cor e do modelo, pois a moça da loja experimentou e, pelo que vi, ficou ótima.
Apesar de um pouco larga na frente, ela disse que é melhor assim do que muito apertada, pois a mão entra com mais facilidade e os dedos podem se movimentar à vontade. Depois de usá-la, é bom virar do avesso e colocar um pouco de talco para evitar aquele odor desagradável.
Espero que goste, pois vai cobrir aquilo que breve irei pedir ao teu pai, além de proteger o local em que colocarei aquilo que você tanto sonha.

domingo, 24 de abril de 2011

Cora Carolina

Um repórter perguntou à CORA CORALINA o que é viver bem?
Ela disse-lhe:
“Eu não tenho medo dos anos e não penso em velhice. E digo prá você, não pense.
Nunca diga estou envelhecendo, estou ficando velha. Eu não digo. Eu não digo estou velha, e não digo que estou ouvindo pouco. É claro que quando preciso de ajuda, eu digo que preciso.
Procuro sempre ler e estar atualizada com os fatos e isso me ajuda a vencer as dificuldades da vida. O melhor roteiro é ler e praticar o que lê.
O bom é produzir sempre e não dormir de dia.
Também não diga prá você que está ficando esquecida, porque assim você fica mais.
Nunca digo que estou doente, digo sempre: estou ótima.
Eu não digo nunca que estou cansada. Nada de palavra negativa. Quanto mais você diz estar ficando cansada e esquecida, mais esquecida fica. Você vai se convencendo daquilo e convence os outros. Então silêncio!
Sei que tenho muitos anos. Sei que venho do século passado, e que trago comigo todas as idades, mas não sei se sou velha não. Você acha que eu sou?
Posso dizer que eu sou a terra e nada mais quero ser. Filha dessa abençoada terra de Goiás.
Convoco os velhos como eu, ou mais velhos que eu, para exercerem seus direitos. Sei que alguém vai ter que me enterrar, mas eu não vou fazer isso comigo.
Tenho consciência de ser autêntica e procuro superar todos os dias minha própria personalidade, despedaçando dentro de mim tudo que é velho e morto, pois lutar é a palavra vibrante que levanta os fracos e determina os fortes. O importante é semear, produzir milhões de sorrisos de solidariedade e amizade. Procuro semear otimismo e plantar sementes de paz e justiça. Digo o que penso, com esperança. Penso no que faço, com fé. Faço o que devo fazer, com amor.
Eu me esforço para ser cada dia melhor, pois BONDADE também se aprende.”

A letra P

Pedro Paulo Pereira Pinto, pequeno pintor português, pintava portas, paredes, portais... Porém, pediu para parar porque preferiu pintar panfletos.. Partindo para Piracicaba, pintou prateleiras para poder progredir.


Posteriormente, partiu para Pirapora... Pernoitando, prosseguiu para Paranavaí, pois pretendia praticar pinturas para pessoas pobres. Porém, pouco praticou, porque Padre Paulo pediu para pintar panelas, porém posteriormente pintou pratos para poder pagar promessas.

Pálido, porém personalizado, preferiu partir para Portugal para pedir permissão para papai para permanecer praticando pinturas, preferindo, portanto, Paris.

Partindo para Paris, passou pelos Pirenéus, pois pretendia pintá-los. Pareciam plácidos, porém, pesaroso, percebeu penhascos pedregosos, preferindo pintá-los parcialmente, pois perigosas pedras pareciam precipitar-se principalmente pelo Pico, porque pastores passavam pelas picadas para pedirem pousada, provocando provavelmente pequenas perfurações, pois, pelo passo percorriam, permanentemente, possantes potrancas.

Pisando Paris, pediu permissão para pintar palácios pomposos, procurando pontos pitorescos, pois, para pintar pobreza, precisaria percorrer pontos perigosos, pestilentos, perniciosos, preferindo Pedro Paulo precaver-se.

Profundas privações passou Pedro Paulo. Pensava poder prosseguir pintando, porém, pretas previsões passavam pelo pensamento, provocando profundos pesares, principalmente por pretender partir prontamente para Portugal. Povo previdente! Pensava Pedro Paulo... Preciso partir para Portugal porque pedem para prestigiar patrícios, pintando principais portos portugueses. – Paris! Paris! Proferiu Pedro Paulo.


Parto, porém penso pintá-la permanentemente, pois pretendo progredir. Pisando Portugal, Pedro Paulo procurou pelos pais, porém, papai Procópio partira para Província. Pedindo provisões, partiu prontamente, pois precisava pedir permissão para papai Procópio para prosseguir praticando pinturas.

Profundamente pálido, perfez percurso percorrido pelo pai. Pedindo permissão, penetrou pelo portão principal. Porém, papai Procópio puxando-o pelo pescoço proferiu: Pediste permissão para praticar pintura, porém, praticando, pintas pior. Primo Pinduca pintou perfeitamente prima Petúnia. Porque pintas porcarias? Papai – proferiu Pedro Paulo – pinto porque permitiste, porém, preferindo, poderei procurar profissão própria para poder provar perseverança, pois pretendo permanecer por Portugal.


Pegando Pedro Paulo pelo pulso, penetrou pelo patamar, procurando pelos pertences, partiu prontamente, pois pretendia pôr Pedro Paulo para praticar profissão perfeita: pedreiro! Passando pela ponte precisaram pescar para poderem prosseguir peregrinando.

Primeiro, pegaram peixes pequenos, porém, passando pouco prazo, pegaram pacus, piaparas, pirarucus. Partindo pela picada próxima, pois pretendiam pernoitar pertinho, para procurar primo Péricles primeiro. Pisando por pedras pontudas, papai Procópio procurou Péricles, primo próximo, pedreiro profissional perfeito.

Poucas palavras proferiram, porém prometeu pagar pequena parcela para Péricles profissionalizar Pedro Paulo. Primeiramente Pedro Paulo pegava pedras, porém, Péricles pediu-lhe para pintar prédios, pois precisava pagar pintores práticos. Particularmente Pedro Paulo preferia pintar prédios. Pereceu pintando prédios para Péricles, pois precipitou-se pelas paredes pintadas. Pobre Pedro Paulo pereceu pintando...

Permita-me, pois, pedir perdão pela paciência, pois pretendo parar para pensar.... Para parar preciso pensar.

Pensei. Portanto, pronto pararei.


E você ainda se acha o máximo quando consegue dizer:


"O Rato Roeu a Rica Roupa do Rei de Roma"


Autor não indetificado. - O que é uma pena...

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Obrigado, Renato Russo


Por Ramon Morays

Encontrei na comunidade do ORKUT
Obrigado, Renato Russo. Não sei quem é o autor mais ele fez bem feito, tanto que publico aqui para vocês.

Obrigado, Renato Russo: Por - pelo menos ter tentado - nos ensinar que é preciso amar como se não houvesse amanhã; que a felicidade mora aqui, com a gente, até a segunda ordem; e que quando se aprende a amar, o mundo passa a ser nosso. Nos ensinar que é a verdade que assombra, o descaso que condena e a estupidez que destrói, que disciplina é liberdade, compaixão é fortaleza e quando se tem coragem, tem bondade. E por sempre, sempre, falar que não devemos deixar que nos digam que não vale a pena acreditar no sonho que nós temos. Por nos ensinar, também, que se quisermos alguém em quem confiar, devemos confiar em nós mesmos. E por nunca cansar de nos lembrar que todo mundo sabe, ninguém quer mais saber. Por entender nossa carência, nossa procura por alguém que um dia possa nos dizer que quer ficar só conosco. Por nos entender quando dizemos que se o mundo é parecido com o que vemos, preferimos acreditar no mundo do nosso jeito; por insistir que se entregar é uma bobagem e que o vento leva sempre tudo embora. (...)

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Informações últeis não divulgadas

1. Quem quiser tirar uma cópia da certidão de nascimento, ou de casamento, não precisa mais ir até um cartório, pegar senha e esperar um tempão na fila.
O cartório eletrônico, já está no ar!
www.cartorio24horas.com.br


Nele você resolve essas (e outras) burocracias, 24 horas por dia, on-line. Cópias de certidões de óbitos, imóveis, e protestos também podem ser solicitados pela internet.
Para pagar é preciso imprimir um boleto bancário. Depois, o documento chega por Sedex.

Passe para todo mundo, que este é um serviço da maior importância.





2. DIVULGUE. É IMPORTANTE: AUXÍLIO À LISTA

Telefone 102...
não!
Agora é: 08002800102
Vejam só como não somos avisados das coisas que realmente são
importantes...
NA CONSULTA AO 102, PAGAMOS R$ 1,20 PELO SERVIÇO.
SÓ QUE A TELEFÔNICA NÃO AVISA QUE EXISTE UM SERVIÇO
VERDADEIRAMENTE GRATUITO.

Não custa divulgar para mais gente ficar sabendo
.







3. Importante:
Documentos roubados - BO (boletim de occorrência) dá gratuidade - Lei 3.051/98 - VOCÊ SABIA???

Acho que grande parte da população não sabe, é que a Lei 3.051/98 que nos dá o direito de em caso de roubo ou furto (mediante a apresentação do Boletim de Ocorrência), gratuidade na emissão da 2ª via de tais documentos como:
Habilitação
(R$ 42,97);
Identidade
(R$ 32,65);
Licenciamento Anual de Veículo
(R$ 34,11).

Para conseguir a gratuidade, basta levar uma cópia (não precisa ser autenticada) do Boletim de Ocorrência e o original ao Detran p/ Habilitação e Licenciamento e outra cópia à um posto do IFP..







4) MULTA DE TRANSITO : essa você não sabia



No caso de multa por infração leve ou média, se você não foi multado pelo mesmo motivo nos últimos 12 meses, não precisa pagar multa. É só ir ao DETRAN e pedir o formulário para converter a infração em advertência com base no Art. 267 do CTB. Levar Xerox da carteira de motorista e a notificação da multa.. Em 30 dias você recebe pelo correio a advertência por escrito. Perde os pontos, mas não paga nada.

Código de Trânsito Brasileiro

Art. 267 - Poderá ser imposta a penalidade de advertência por escrito à infração de natureza leve ou média, passível de ser punida com multa, não sendo reincidente o infrator, na mesma infração, nos últimos doze meses, quando a autoridade, considerando o prontuário do infrator, entender esta providência como mais educativa.


7 grupos que existem na escola


Extraído de uma comunidade no Orkut.

O grupo dos palhaços:
Sempre estão no fundão e passam a aula toda tirando onda com a cara dos professores e amigos, todo mundo sabe que são um bando de idiotas, mas todo mundo ri deles, por que às vezes é engraçado. Ninguém sabe o porquê deles quererem ser engraçados, mas todo mundo geralmente fala com eles, apesar de serem idiotas.

O Grupo dos nerds:
Esse é um dos grupos mais odiados das salas de aula do Brasil, só falam de coisas como naruto, física, química, etc. Vivem puxando o saco dos professores, e não pegam ninguém. Esses grupos geralmente são odiados porque acham que todo mundo é inferior porque não sabem resolver um simples cálculo de física.

O grupo dos gostosos:
O grupo dos gostosos nada mais é do que aquele bando de muleque de 15 anos que nem saiu da fralda e já quer pegar todo mundo da escola. Geralmente não pegam ninguém, e são virgens, mas se acham os gostosões. Indentificar esse grupo é fácil, geralmente eles ficam nos corredores do colégio observando "melhores" partes das mulheres, mas só fazem isso: OBSERVAR, falam de festas que não vão e nunca foram, mas mesmo todo mundo sabendo que é mentira eles falam mesmo assim.

As barangas:
Toda sala de aula tem um grupo de barangas. Elas não fazem nada, não estudam, não pegam ninguém, afinal são barangas, geralmente só falam de homens de revista, porque as barangas diferentemente das gostosas, que vamos falar no próximo tópico, não tem medo de mostrar que estão na seca.

O grupo das gostosas:

Quase sempre são burras e todo mundo quer pegar, mas ninguém geralmente pega, serão lembradas pro resto da vida pelo tamanho de seus glúteos ou pelo inchaço de suas vulvas. SÓ!

O grupo dos normais:
Não fazem nada, não serão lembrados, pegam alguém de vez em quando, mas nunca fizeram ou vou vão fazer algo que os lembre. Esse grupo geralmente se mistura com os outros e são amigos de todo mundo. Resumindo: Sempre estão em cima do muro.

Grupo dos Gays:

È sempre o motivo de curtição e zombaria da sala, mas geralmente conseguem se sobre sair das piadinhas idiotas que o grupo dos palhaços adoram fazer, e sempre alguém do grupo dos gostosos, que fica sempre se achando e nunca pegou nenhuma menina, acaba comendo a bichinha indefesa. Geralmente adoram mangar do grupo das barangas e fazem amizade com o grupo das gostosas, pois a concorrência sempre chama pra falsidade.

domingo, 10 de abril de 2011

Vai lá e me diz


O blog acabou de lançar uma secção de indicação de lugares e novidades para curtir em Salvador e na Bahia.

E para começar um dos locais preferidos da minha Salvador, o Rio Vermelho, boêmio dessa cidade, o bairro que celebra a vida, quem vai lá não deixa de ver a casa de iemanjá e fazer ou pagar suas promessas, tomar uma cerveja gelada no mercado do peixe, para completar comer o acarajé da Dinha, um dos mais famosos da Bahia.

Como o nome mesmo diz, vai lá e me diz.

Por Ramon Morays

Terror no rio


Por Ramon Morays

Prometir a mim mesmo que não iria falar sobre o terror no Rio de Janeiro. Primeiro em respeito as famílias - por que não sou a globo - e segundo esse tema me chocou de mais.
Só que não poderia de dar uma pequena comentada sobre isso, e deixo um vídeo de Edson Gomes cantor de Reggae baiano, prestem bem a atenção a letra dessa música, ela nos revela uma coisa indispensável. O amor!





video

sábado, 9 de abril de 2011

Os orixás e os santos católicos nos estados


Exu - São Bartolomeu - Bahia/Rio grande do sul/ Recife
Exu - Santo antonio no Rio de Janeiro/Paraná
Ogum - Santo Antonio - Bahia/ Rio Grande do sul
Ogum - São Jorge - Rio de Janeiro/Recife/Paraná
Abaluaiê ou
Obaluaê- São Francisco/ São Lázaro - Bahia/Rio grande do sul
Abaluaiê ou Obaluaê- São Sebastião - Rio de Janeiro/Recife
Omulu ou Omulum - São Lázaro - Rio de Janeiro/Recife/Paraná
Omulu ou Omulum - São Bento/São Roque - Bahia/Rio Grande do Sul
Nana Buruquê - Sant´Ana - Rio de Janeiro/Recife/Paraná/Bahia/Rio Grande do Sul
Oxum - Nossa Senhora das Candeias - Rio Grande do sul
Oxum - Nossa Senhora da Conceição - Rio de Janeiro/ Paraná/ Bahia
Iemanjá - Virgem Maria - Paraná
Iemanjá - Nossa Senhora da Conceição - Rio de janeiro
Iemanjá - Nossa srª dos navegantes- Rio Grande do Sul
Iansã - Santa Bárbara - Rio de Janeiro/Bahia/Paraná
Oxalá - Nosso Senhor do Bonfim - Rio de Janeiro/Bahia/Paraná
Oxalá Jesus Cristo - Paraná/Rio Grande do Sul
Oxossi São Sebastião - Rio de Janeiro/Paraná/Rio Grande do Sul
Oxossi - São Jorge - Bahia
Ibeji São Cosme e Damião - Rio/Bahia/Paraná/Recife/Rio Grande do sul
Xangô - São Jerônimo - Vários Estado

10 mandamentos dos médicos do SUS

1 - Se você não sabe o que tem, dá VOLTAREN;


2 - Se você não entende o que viu, dá BENZETACIL;







3 - Apertou a barriga e fez 'ahhnnn', dá BUSCOPAN;


4 - Caiu e passou mal, dá GARDENAL;



5 - Tá com uma dor bem grandona? Dá DIPIRONA;




6 - Se você não sabe o que é bom, dá DECADRON;



7 - Vomitou tudo o que ingeriu, dá PLASIL;




8 - Se a pressão subiu, dá CAPTOPRIL;



9 - Se a pressão deu mais uma grande subida, dá FUROSEMIDA!


10 - Chegou morrendo de choro, ponha no
SORO.


...e mais...

Arritmia doidona, dá AMIODARONA...





Pelo não, pelo sim, dá ROCEFIN.



...e SE NADA DER CERTO, NÃO TEM NEUROSE...


...DIGA QUE:
É SÓ ESSA NOVA VIROSE!!!

Parece brincadeira mas... é verdade!


Autor não indentificado

Olha doutor!

O sujeito volta ao médico trinta dias depois de ter sido operado do coração:
- O senhor está ótimo! - diz-lhe o médico.
- Eu já posso voltar a transar? - pergunta o paciente.
- Pode, mas só com a sua mulher! Eu não quero que você se emocione!
_______________________

O médico abre o jogo para o paciente:
- Infelizmente, o senhor só tem seis meses de vida.
- E agora doutor? O que eu faço?
- Se eu fosse você, me casaria com uma mulher velha, chata e bem feia
e me mudaria para São Paulo.
- Por que, doutor?
- Vão ser os seis meses mais longos da sua vida!
_______________________

A mocinha vinha sentindo dores estranhas há algum tempo e procura um médico.
Após um exame, ele dá o veredicto:
- A senhora está com Mal de Chagas!
- Mal de Chagas? Como é que eu peguei isso?
- A senhora deve ter sido chupada por um barbeiro!
- Filho da puta - comenta a mocinha - Ele me disse que era advogado!
_______________________

_______________________

O paciente chega desesperado ao consultório do médico:
- Doutor, meu estômago não digere os alimentos, se como uma maçã, cago
uma maçã, se como uma pêra, cago uma pêra, que devo fazer ficar normal doutor?!
O médico encarou seu paciente e disse:
- Come merda!
______________________________
___

Um médico encontra em um congresso uma médica. Após a palestra saem
juntos e resolvem jantar. Depois vão para um hotel e resolvem ficar
hospedados no mesmo hotel. No quarto prosseguem com as carícias,
beijos, exame físico completo e, após a relação a doutora vai para o
toalete, começa a se lavar: esfrega cada falange, metacarpo, antebraço
umas 50 vezes. Do leito, o doutor observa e diz:
- Já sei qual sua especialidade!
- A médica pergunta:
- Qual é?
- Você é cirurgiã!
- Muito bem, como você descobriu?
- Pelo jeito que você se lava.
- Também descobri sua especialidade.disse ela...
- O médico, assustado, disse:
- Impossível! Não levantei da cama, nem me lavei!
- Você é anestesista!
- Surpreso, o médico pergunta:
- Como você descobriu?
- Foi fácil! Eu não senti nada durante a relação...
_______________________

No céu, os anjos separavam os recém-chegados conforme as profissões:
- O próximo!
- Marceneiro.
- Por aqui.
- Próximo!
- Advogado.
- Por aqui.
- Próximo!
- Médico.
- Por favor, fornecedor é pela porta dos fundos!
_______________________

Um português preocupado com sua saúde procurou um médico urgente:
- Doutor, pelo amor de Deus, estou sentindo dores no corpo todo!
- Dê exemplos, por favor...
- Ah doutor, eu ponho o dedo no pé, dói, ponho o dedo no peito, dói,
ponho o dedo na cabeça, dói, como pode ver, todo meu corpo dói.
- Huuuum, acho que já sei...
- O que é doutor? Pelo amor de Deus, grave?
- Não, Manoel, não é grave: você apenas quebrou o dedo.
_______________________

Qual a semelhança entre o ginecologista e o entregador de pizza?
É que ambos só sentem o cheiro, mas comer que é bom...
_______________________

Um rapaz vai ao proctologista com uma queixa bastante inespecífica. O
médico ao fazer o toque retal percebe um corpo estranho, e começa a
puxá-lo.
Ao retirar completamente o objeto qual é sua surpresa ao perceber que
se trata de uma rosa. O médico estarrecido diz ao paciente:
- Mas é uma rosa...
O rapaz responde prontamente:
- É pra você bonitão!

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Os tipos de analfabetismo

Segundo o IBGE, no Brasil existem, atualmente, em torno de 14 milhões de analfabetos. Esses analfabetos são aquelas pessoas que não sabem ler e escrever coisa alguma e essas estatísticas, quando divulgada, passam a ideia que se conseguirmos fazer com que toda a população aprenda a ler e escrever, estaremos livre do analfabetismo .
Se formos analisar de maneira mais profunda, iremos notar que a coisa não é bem assim. Eu costumo classificar o analfabetismo em quatro categorias, que são: o Analfabeto Total, o Analfabeto Funcional, o Analfabeto de Conteúdo e o Analfabeto de Cidadania (ou político).

O Analfabeto Total

Esse é o tipo de analfabetismo mais fácil de se diagnosticar e é também o mais fácil de se mensurar e quantificar efetuando estatísticas. É claro que se deve tomar o cuidado ao analisar e efetuar essas pesquisas. Costuma-se classificar as pessoas que sabem ler e escrever o próprio nome como alfabetizadas e não é bem assim. Tem algumas pessoas que conseguem desenhar o próprio nome com certa facilidade e não sabem ler e escrever ou no máximo conseguem soletrar algumas palavras o suficiente para identificar o próprio nome.

O Analfabeto Funcional

Em termos de pesquisa quantitativa, não é possível mensurar este tipo de analfabetismo. O problema consiste que este tipo de analfabeto sabe ler e escrever, não consegue interpretar e consequentemente não entende o que está lendo. O problema do Analfabeto Funcional está aumentando a cada dia e hoje é comum se encontrar até mesmo nas universidades. O que ocorre na realidade é que estão conseguindo com que as pessoas analfabetas total aprenda a ler e escrever mas, não aprendem a interpretar uma leitura ou mesmo redigir uma simples carta (redação).

O Analfabeto de Conteúdo

É muito comum está se discutindo um determinado assunto com determinadas pessoas (até mesmo universitários) e se percebe que a mesmo está se colocando, sobre o assunto, fora do contexto simplesmente por não conhecer do assunto. Esse tipo de analfabeto costuma escrever bem e falar bem e sente a sabedoria em pessoa, por tal motivo mas, quando se começa argumentar sobre determinado assunto se percebe que ele só escreve bem e fala bem e falta conteúdo.
Quando entrei na Universidade uma das primeiras frase que os professores deixaram bem claro foi: “procurar não discutir e criticar aquilo que não tem conhecimento” e que isso não demonstrar ignorância simplesmente pelo fato que a pessoa não é obrigado e não consegue saber de tudo na vida. Tentar mostrar habilidade e argumentar algum assunto que não conhece é que é ser ignorante. Só que esse tipo de analfabeto, que é muito raro, costuma esconder a falta de conhecimento criticando os seus erros de português e sua falta de conhecimento de vocabulário e deixa o conteúdo do que se está discutindo de lado. Você vai encontrar muito desse tipo escrevendo e falando muita coisa bonita que não serve pra nada.

O Analfabeto Político

Este tipo de analfabeto eu considero uma variante do Analfabeto de Conteúdo. A diferença é que o analfabetismo político é aquele cidadão que deveria ter conhecimento de como funciona o seu estado, a forma de fazer política em sua sociedade e os direitos e deveres de cada cidadão (geralmente a pessoas só procuram aprender os direitos). A grande maioria das pessoas, inclusive as de formação universitária, não tem noção do que seja Estado (só fui entender a noção de Estado quando estava na Universidade!!!) e propriedade e os interesses na sua formação e controle por parte das camadas sociais. Não tem como uma pessoa entender de todos os assuntos mas, pelo menos deveria saber dos assuntos pertinentes a sua sociedade e do lugar onde vive.

Extraido do blog

Debatendo a Educação