Início

segunda-feira, 29 de março de 2010

Uma mulher chamada Loreta!


Loreta Kiefer Valadares nasceu em Porto Alegre (RS), em 1943, e, aos seis anos, com a transferência de emprego de seu pai, Curt Kiefer - judeu-alemão fugitivo da perseguição nazista-, mudou-se para Salvador (BA). Em 1961 ingressou na Faculdade de Direito da Universidade Federal da Bahia interrompendo o curso, contudo, alguns meses depois, para um estágio nos Estados Unidos. Desencantada com a situação social encontrada na América, retorna ao Brasil, em 1962, ingressando no recém criado Movimento Estudantil de Ação Popular (AP).
A mudança para São Paulo, onde a AP desejava criar bases sólidas, ocorreu em 1966, mesmo ano em que se diplomou. No ano seguinte, 1967, com Carlos Valadares – de quem se tornaria esposa em 1968-, rumou para Contagem- onde atuou junto ao operariado-e, de lá para Mata da Jaíba, também em Minas Gerais, atuando agora junto aos camponeses/as.
Presa com muitos/as outros/as companheiros em 1969, após retornar a Belo Horizonte, como conseqüência do recrudescimento político instaurado no país, após a promulgação em dezembro de 1969, do Ato Institucional nº 5 (AI5), pelo Governo Militar, manteve-se firme diante dos longos e cruéis interrogatórios aos quais era submetida. Desse período, a terrível lembrança de uma noite na qual foi levada ao pátio do 12º Regimento da Infantaria, por seus algozes, para que assistisse ao cruel espancamento do marido, amarrado pelas mãos e pés.
Libertada em maio de 1970, retorna a São Paulo e retoma contato com a AP, seguindo para Recife, descobrindo, em meados de 1971, ser portadora de um sério problema cardíaco- que lhe reduzia em 40% a capacidade cardiocirculatória-, agravado pelas condições as quais fora submetida no cárcere. Retornando a capital paulista para tratamento, foi no ano seguinte, 1972, condenada a três anos de prisão e, durante cinco anos experimentou a cassação dos direitos políticos. Seguindo orientação do Partido Comunista do Brasil (PC do B), ao qual se filiara, parte para a Argentina e, de lá para a Suécia, onde ao lado do marido atua em movimentos de solidariedade aos povos da América Latina.
Em seu retorno ao Brasil, 1980, torna-se professora de Ciência Política da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal da Bahia, assim permanecendo até aposentar-se anos depois. Com a saúde bastante debilitada, cansava-se enormemente em atividades como caminhar e fazer pequenos movimentos, com por exemplo pentear os cabelos. Ao falecer deixou como resultado de sua trajetória- além do testemunho de vida-, uma enorme contribuição ao movimento de mulheres e de luta para a conquista e garantia dos direitos humanos no país.
Loreta que se tornou mais conhecida, após a publicação do livro As Moças de Minas, de Luiz Manfredinni, em 1989, onde ela está incluída. Também empresta seu nome, desde 2005, ao Centro de Referência Loreta Valadares - Prevenção e Atenção a Mulheres em Situação de Violência (CRLV), primeiro do estado e conquista do movimento de mulheres, que funciona na cidade de Salvador. Resultado de articulação e parceria entre os governos municipal, estadual e federal, e inaugurado em 25 de novembro de 2005, Dia Internacional de Combate à Violência Contra a Mulher, tornou-se em 2008, parte integrante da estrutura da Secretaria Especial de Políticas Públicas para as Mulheres (SPM).
Também na Bahia, em Vitória da Conquista, a Câmara Municipal instituiu em 2008, o título Mulher Cidadã Loreta Valadares, destinado a mulheres que se destaquem nas ações em defesa da causa feminina e o PCdoB baiano, partido a qual ela pertencia, deu seu nome a Escola de Formação criada com o objetivo de intensificar a troca de conhecimentos entre os militantes comunistas do estado da Bahia e propagar as idéias revolucionárias de Marx, Engels, Lenin entre outros, trilhando caminhos rumo à Revolução.
Loreta faleceu aos 61 anos, em 2004, na Bahia.

Quando eu me for

Quando eu me for
(se eu me for)
Vão até onde eu não fui
Caminhos do ilimitado
A face inédita do futuro
Sem fronteiras
Sem inimigo

Encontremos meios da liberdade
e vão tão longe quanto possam
Limiares de um outro mundo
Sem oprimidos
Sem classes
E quando as novas veredas do socialismo forem percorridas
lembrem-se de que fui até o impossível freio
(Só que me faltou o tempo)

1994, do livro Ecos do Tempo.

Loreta Kiefer Valadares

Referência: http://www.mulher500.org.br/acervo/biografia-detalhes.asp?cod=815


______________________________________________________________________________________


Novidades.

Gente foi olhar hoje meu e-mail no yahoo, e vi uma matéria interessantíssima, os 10 lugares mais perigosos para se visitar. Segundo o site LISTVERSE o lugar mais perigoso para se visitar é a ilha da queimada grande, que fica a 35 km da orla de São Paulo, no Brasil.

Deixo aqui o link do site, que além dessa matéria têm outras interessantes também.

http://listverse.com/

Obs. O site é em inglês. Detalhes usem o tradutor Google, que é eficiente, e eu usei.

Abraços a todos.


Acontecimentos



Essa semana foi muito creia para mim, além de provas na escola, houve muitos acontecimentos, entre eles, o julgamento dos Nadorni. Que a justiça levou quase dois anos para condenar a prisão de quem o Brasil já sabia. Ainda me lembro como a mídia acompanhou o fato e a polemica que chocou o país.

***

No dia 25 de março, o PCdoB ( Partido Comunista do Brasil), fez 88 anos, fundado em 25 de março de 1922, por dez companheiros e ao longo do tempo, tem cerca de quase 300 mil militantes. Seu símbolo é uma foice e um martelo cruzados, em amarelo, sobre fundo vermelho. É o partido mais antigo que continua em atividade, e que passou por várias pressões, dentre as quais, a ditadura militar e a guerrilha do Araguaia. Baseado no marxismo-leninismo. E na luta por melhorias na Brasil. VIVA!!!

***

Sim, ele era “coroa”. Estou falando do Renato Russo, nosso mestre que se estivesse vivo 27 de março completaria 50 anos. Com certeza todos os legionários ouviram suas músicas nesse dia.

***

Na sexta-feira 26/03 vi na TV o programa especial sobre a vida e a obra de Chico Xavier, grande homem, grande ser - humano melhor que muito papa que só vive do luxo a custa dos fiéis. O que mais admirava em Chico eram suas simplicidades, em doar seus bens autorais a instituições de caridade, estarei em eventos essa semana ao seu centenário.

***

29 de março é uma data especial, Salvador faz 461 anos, comemora-se o aniversario da primeira capital do país. È o 88° dia do ano, no calendário gregoriano, e o 89° no calendário dos anos bissextos, faltam 277 dias para o termino do ano. Curitiba, Paraná, foi fundada por Matheus Leme. Em 1835 nascia Emil Odebrecht, um pioneiro dessa família. Em 1907, nessa mesma data, nascia Braguinha grande compositor brasileiro. Assim 29 de março nasciam grandes estrelas, como Jorge Fernando, diretor teatral, Pedro Bial, apresentador, também morriam Carl Orff, compositor alemão,Jessé, cantor e compositor, o jornalista Armando Nogueira, saudades!

Falo isso por que nesse dia faço aniversário, nunca gostei do meu, mais esse ano é muito especial, faço 18 anos.


Abraços a todos.


Ramon Morays

quinta-feira, 25 de março de 2010

Um artigo sobre política

Estou falando do LULA, sim, nosso grande presidente Lula-lá. Sim, sou lulista, por que acho que foram poucos os presidentes que mais contribuíram para o desenvolvimento do nosso país, e óbivio, o Lula estar entra eles. Tanto ele, quanto Getúlio, que apesar de ser um ditador farsista, contribuiu JK, que foi quem começou a era modernista no desenvolvimento brasileiro. A mídia pelo fato de ser capitalista, e adora cometer 'assassinato cultural' vive a torto e a direita reclamado do presidente. Mas aí surge uma pergunta: O que fez ela para ajudar o presidente? O Brasil? Absolutamente nada... Não sabendo que a melhor crítica que podemos dar, é mostra uma solução. Não defendo o governo lulista, pois sei que tem erros, como todo bom/ruim governo tem. Mais é lógico que este governo atual tem se mostrado cada vez, mas competente, tanto que o Brasil foi um dos poucos países a superar sem dificuldade a crise financeira, que no ano passado atingio em cheio o útero da economia mundial. E hoje é considerado o país que, mas se destaca, tanto por economia, quanto por capacidade de produção na América latina. Quem diria que o Brasil um país de terceiro mundo pudesse dialogar com países de Primeiro!
Santa paciência, e ainda o playboyzinho do Diogo Mainardi, que não tem competência para escrever bons artigos que possam prender o leitor, vive a reclamar e insultar do nosso presidente. O que verdadeiramente acho é que o "pobre coitado" não tem competência para escrever ou gosta de acumular processos na justiça, para dar trabalho ao seu advogado, que por sinal, os processos em cima dele já passam dos duzentos.

Are baba!

Boa noite a todos.

Ramon Morays

terça-feira, 23 de março de 2010

Coisas que me emocionam

Existem coisas que me emocionam, a exemplo me mandar um e-mail com crianças da África, ou um texto de discurso de Martin L. King Jr. Como esse abaixo:

Eu Tenho Um Sonho
Martin Luther King, Jr.
28 de agosto de 1963 Washington, D.C.

Quando os arquitetos de nossa república escreveram as magníficas palavras da Constituição e da Declaração de Indepêndencia, estavam assinando uma nota promissória de que todo norte americano seria herdeiro. Esta nota foi a promessa de que todos os homens, sim, homens negros assim como homens brancos, teriam garantidos os inalienáveis direitos à vida, liberdade e busca de felicidade.

Mas existe algo que preciso dizer à minha gente, que se encontra no cálido limiar que leva ao templo da Justiça. No processo de consecução de nosso legítimo lugar, precisamos não ser culpados de atos errados. Não procuremos satisfazer a nossa sede de liberdade bebendo na taça da amargura e do ódio. Precisamos conduzir nossa luta, para sempre, no alto plano da dignidade e da disciplina. Precisamos não permitir que nosso protesto criativo gere violência físicas. Muitas vezes, precisamos elevar-nos às majestosas alturas do encontro da força física com a força da alma; e a maravilhosa e nova combatividade que engolfou a comunidade negra não deve levar-nos à desconfiança de todas as pessoas brancas. Isto porque muitos de nossos irmãos brancos, como está evidenciado em sua presença hoje aqui, vieram a compreender que seu destino está ligado a nosso destino. E vieram a compreender que sua liberdade está inextricavelmente unida a nossa liberdade. Não podemos caminhar sozinhos. E quando caminhamos, precisamos assumir o compromisso de que sempre iremos adiante. Não podemos voltar.

Digo-lhes hoje, meus amigos, embora nos defrontemos com as dificuldades de hoje e de amanhã, que eu ainda tenho um sonho. E um sonho profundamente enraizado no sonho norte americano.

Eu tenho um sonho de que um dia, esta nação se erguerá e viverá o verdadeiro significado de seus princípios: "Achamos que estas verdades são evidentes por elas mesmas, que todos os homens são criados iguais".

Eu tenho um sonho de que, um dia, nas rubras colinas da Geórgia, os filhos de antigos escravos e os filhos de antigos senhores de escravos poderão sentar-se juntos à mesa da fraternidade.

Eu tenho um sonho de que, um dia, até mesmo o estado de Mississipi, um estado sufocado pelo calor da injustiça, será transformado num oásis de liberdade e justiça.

Eu tenho um sonho de que meus quatro filhinhos, um dia, viverão numa nação onde não serão julgados pela cor de sua pele e sim pelo conteúdo de seu caráter.

Quando deixarmos soar a liberdade, quando a deixarmos soar em cada povoação e em cada lugarejo, em cada estado e em cada cidade, poderemos acelerar o advento daquele dia em que todos os filhos de Deus, homens negros e homens brancos, judeus e cristãos, protestantes e católicos, poderão dar-se as mãos e cantar com as palavras do antigo espiritual negro: " Livres, enfim. Livres, enfim. Agradecemos a Deus, todo poderoso, somos livres, enfim.

Martin Luther King

Clarice Lispecto escreveu uma frase que tenho como modelo de vida, "liberdade é pouco o que quero ainda não tem nome."

Apreciem o vídeo abaixo.

video
_____________________________________________________________________

Dia 25 de março é dia do aniversário da jornalista Glória Steinem, para quem não sabe é uma jornalista Feminista estadunidense. Sua atuação como escritora e palestrante durante os anos 1960 auxiliaram o movimento feminista e anti-racista a ampliarem sua atuação na sociedade estadunidense. Pesquise mais sobre ela, olhem o link da wikipédia:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Gloria_Steinem

__________________________________________________________________________________________


Mais um vídeo para vocês....


video

sábado, 20 de março de 2010

Semana vaga 2

Por
Ramon Morays


O que fiz nesse sábado? nem lhe conto. Fui a uma reunião com algumas pessoas que vai me ajudar no meu livro,( que livro?, Isso fica para um outro post...) aproveitei que essa é a semana do teatro e fui assistir uma peça de uma amiga minha, e por fim, fui ao múseo, com essa mesma amiga.


Para não dizer que sou miséravel vou colocar algumas fotos, e um vídeo para vocês curtirem... Ah, e antes que me esqueça, tomamos sorvete, e beijinhos.
video
Gente esse vídeo estar irado, meu! Olhem a minha cara de babaca...
____________________________________________________

Bem sempre que acho um blog bom(eu sou bem crítico analiso tudo, o blog,os post's,as fotos e até a biografia do moderador) sempre indico as leitores desse blog, que não são poucos, apesar de haver pouco comentário, para que estes também possam ter acesso aos outros blog's. então lá vai uma indicação, por sinal eu também sou seguidor desse blog.

http://naninhasdreams.blogspot.com/

Por fim um poema meu:

A prostituta.


Sem estrelas e noite,

A lua vive a insignificância

De ser somente um satélite.

Entre a órbita da terra,

Os homens solitários

A deseja no intimo.

Enquanto pensam no agora

Ela vive sem o amanhã.

Ora, sabe que na manhã,

Quando a réstia da luz

Penetrar tua cama,

Voltará a ser solitária.


(Madrugada de 23.09.09, orla)


__________________________________________________________________________________________________


Vi umas fotos do mamonas assassinas que me mandaram por e-mail, havia esquecido que dia 3 desse mês eles fazem alguns anos de mortos. Mais como nosso blog costuma homenagear as pessoas, com eles não serão diferente, vamos curtir o vídeo clipe "Pelados em santos" da banda. valeu galera!!!!

video

_________________________________________________________________________________________________


Essa me mandaram por e-mail.


Um súdito foi até o Rei e perguntou:
O senhor que é tão sábio, poderia dizer o que é que as mulheres buscam?
O Rei, muito honesto, disse não saber qual a resposta, mas se comprometeu a sair em busca dela. E assim foi feito. Para a missão, convocou seu fiel escudeiro. Partiram os dois, com a intenção de vasculhar o reino e só voltar com a solução do ‘enigma’. Andando pela floresta, encontraram uma mulher muito feia. Uma bruxa. Horrorosa. Medonha. Eles ficaram assustados com a aparição daquela figura que foi logo dizendo, antes mesmo que eles falassem qualquer coisa:
Eu tenho a resposta que vocês buscam.
Eles se entre olharam animados. E ela continuou:
Mas antes que eu a diga, preciso ser beijada por um de vocês dois.
O Rei, sem pensar muito, foi logo incumbindo o fiel escudeiro de encarar o desafio. Durante o beijo a bruxa se transformou numa mulher muito, muito linda. Meiga. Encantadora. O rapaz começou a achar aquela situação toda muito interessante… ele poderia até casar com ela… Muito intuitiva, ela prosseguiu:
Se você quiser, poderá se casar comigo. Mas terá que fazer uma escolha. Você me vê bonita durante o dia e, assim, poderá se orgulhar perante sua família e amigos por ter uma mulher bonita ao seu lado e a noite terá que dormir com uma bruxa. Ou, ao contrário, assumir que é casado com uma bruxa e ter minha versão linda à noite, só para você. O que você prefere?
Ele, pensou, pensou e respondeu com um sorriso:
Ah… você escolhe.
E assim eles encontraram a resposta: autonomia.
O que as mulheres buscam é autonomia para poder fazer suas escolhas.

Só mesmo o Ferreira Gullar para tentar falar por elas...

Traduzir-se

Uma parte de mim
é todo mundo:
outra parte é ninguém:
fundo sem fundo.

Uma parte de mim
é multidão:
outra parte estranheza
e solidão.

Uma parte de mim
pesa, pondera:
outra parte
delira.


Uma parte de mim
é permanente:
outra parte
se sabe de repente.

Uma parte de mim
é só vertigem:
outra parte,
linguagem.

Traduzir uma parte
na outra parte
- que é uma questão
de vida ou morte -
será arte?


______________________________________________________________________________________
Sempre nos damos ao luxo de sofrer. Ao luxo de sofrer por pessoas, e as vazes nem ao menos tentamos esquece-la, pois bem, talvez não seja fácil.
Por que falo sobre isso hoje? Que nessa manhã ensolarada eu estava ouvindo músicas na rádio, e acabei escutando uma música de Ivete Sangalo, no tempo em que ela cantava na Banda EVA, a música é ‘coleção’. Que acabou levando meu pensamento ao léu, em busca de um rosto pálido e afinado, que me fez lembrar de certa pessoa que o nome não posso revelar. A letra da música tem uma parte significante para mim e para muitos. “Sei que você gosta de brincar de amores. Mas, oh! Comigo não! Comigo não!...”. Esses versos me definem por inteiro no quesito amor, pois nunca permitir que fizessem de mim coleção, sempre me imaginei sendo um inteiro não peças insignificante, que só presta para ser mais uma carta do baralho, uma dama que serve de isca para ganhar ponto no jogo. Não, não me magoei com essa tal pessoa, simplesmente a ignorei, a escondi tão dentro do meu coração, em um lugar profundo que nem eu mesmo poderia encontrá-la. E se talvez essa infeliz música não aparecesse naquele exato momento não há recordaria, não sentiria seu calor novamente e seu perfume outra vez, nem a lembrança de seu rosto. Para mim, tem que ser eterno enquanto dure, como diria o poeta. Sou e sempre serei uma pessoa unívoca! Agora lembra da música do Ney Mato grosso, “hoje eu tive um pesadelo e acordei atento, a tempo”. A tempo de recuperar o fôlego e esquecer as fantasias que estavam, mortas dentro de mim.
Ainda bem que meu blog é algo utópico!

Boa noite a todos...


quarta-feira, 17 de março de 2010

Semana vaga...E nada mais.


Andei muito ocupado essa semana, - não minto – estava aproveitando a “folga” para poder organizar minha papelaria, quer dizer arrumar minhas coisas, e como são tantas coisas que muitas nem mais lembrava, e algumas que na verdade nem queria lembrar!

Apesar da semana intensa, nenhuma novidade, a não ser meus novos e-mails, e por falar em novos e-mails, o vídeo abaixo que coloco é bem engraçadinho, olhe, só ele mesmo para eu poder dar risada. E por falar em coisa que não gosto... Tem um poeminha meu que achei no fundo do armário, meio brega, mais bonitinho, vamos assim dizer! Esse poeminha trata-se de uma resposta a um poema de uma amiga, e não outras coisas seus maldosos.

Obs. NO TÓPICO O BRASIL É MESMO LINDO!ALGUNS LEITORES E AMIGOS DO BLOG, PERGUNTARAM SE AS FOTOS FOI EU QUEM TIREI, CLARO QUE NÃO, ACHEI NA INTERNET, EXATAMENTE NO SITE DAWIKIPÉDIA, ONDE POR VIA TAMBÉM PEGEI AS PESQUISAS, NÃO ME ACHO DE GRANDE COMPETENCIA NAS FOTOS POSTADAS, NÃO QUE EU SEJA BURRO OU LEIGO, MAIS COMO MUITAS COISAS NA VIDA É UMA QUESTÃO DE DOM.

Abraços

Ramon Morays

“Quando uma rosa se fecha”,

Esqueça o tempo que perdeu,

Nem olhe para trás, caminhe.

Ao encontro do meu eu,

Que na solidão se encontra,

Junto ao meu coração...

Que somente é teu.

12/04/2006



video

sexta-feira, 12 de março de 2010

Oceanos Brasileiro

Nove espécies ameaçam mares do Brasil




Estudo detecta 58 espécies vindas de outros oceanos; algumas delas representam risco à biodiversidade, à economia ou à saúde humana

Danielle Brant

A costa brasileira abriga pelo menos nove espécies vindas de outros oceanos e que ameaçam a biodiversidade nos mares em 12 Estados do país, aponta o primeiro levantamento desse tipo já feito no Brasil. Ao menos uma representa risco para a saúde humana, e algumas delas, incluindo três muito usadas em aquários domésticos, podem prejudicar também a economia local (afetando a pesca, por exemplo).

O Informe sobre as Espécies Exóticas Invasoras Marinhas no Brasil, concebido pelo Ministério do Meio Ambiente com apoio do PNUD, foi elaborado por pesquisadores para tentar descobrir os impactos, no litoral brasileiro, das espécies que interferem na capacidade de sobrevivência de outras ou afetam as atividades socioeconômicas ou a saúde humana.

O estudo identificou 58 espécies exóticas, ou seja, “estrangeiras” : 3 fitoplânctons, 6 zooplânctons, 6 fitobentos, 40 zoobentos e 4 peixes. Elas foram classificadas em estabelecidas (com presença significativa, mas sem apresentar impacto negativo), detectadas (com distribuição restrita, sem evidência de impacto) e invasoras (com impacto comprovado).

Em um mundo ideal, nativos e exóticos conviveriam seguindo o fluxo da cadeia alimentar. Porém, alguns invasores, trazidos por correntes marinhas e atividades econômicas como transporte marítimo ou aquicultura – produção em cativeiro de peixes, camarões, ostras e outros recursos–, acabam perturbando esse equilíbrio.

As invasoras são prejudiciais à biodiversidade porque competem com as nativas por espaço, luz ou alimento. Além disso, podem atuar como parasitas ou causar doenças em espécies localmente importantes, assim como produzir toxinas que se acumulam na cadeia alimentar, envenenando outros organismos ou apresentando risco direto à saúde humana. Todas estas características trazem perdas econômicas, devido às modificações na infraestrutura do país para combater o problema. Ao Brasil, a maior parte chegou por bioincrustação – ou seja, se prendem no casco de navios – ou pela água de lastro, usada para manter a estabilidade de embarcações.

No país, as nove espécies identificadas são as microalgas Coscinodiscus wailesii e Alexandrium tamarense, a alga marinha Caulerpa scalpelliformis, muito usada em aquários, os corais laranjas Tubastraea coccínea e Tubastraea tagusensis, também muito comuns em aquários domésticos, os mexilhões Isognomon bicolor e Myoforceps aristatus, o siri Charybdis hellerii e a ascídia (um tipo de invertebrado) Styela plicata.

Pelo menos 12 estados brasileiros (Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia, Maranhão, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Alagoas) foram atingidos por alguma das espécies invasoras, com impactos que variavam de região para região.

A única em foi detectada ameaça para a saúde humana é a microalga Alexandrium tamarense, já detectada no Paraná e no Rio Grande do Sul. Esse fitoplâncton produz uma substância chamada ficotoxina, que pode contaminar moluscos e crustáceos, consumidos por humanos. Há risco de intoxicação, diarreia, náusea, vômito, amortecimento da boca e dos lábios, fraqueza, dificuldade de fala e até parada respiratória. Porém, ainda não há registro desse tipo de impacto no Brasil.

Várias delas podem prejudicar a economia. O molusco Isognomon bicolor, encontrado do Rio Grande do Norte até Santa Catarina, se incrusta em cascos de embarcações (aumentando o peso da estrutura e o gasto de combustível), em plataformas de petróleo (podendo causar corrosões e entupir tubulações) e em boias (elas ficam mais pesadas e têm maior dificuldade de flutuar).

Em outros casos, o impacto é mais localizado. O siri Charybdis hellerii, presente em Maranhão, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Alagoas, Bahia, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina, pode concorrer com espécies nativas e diminuir a população de crustáceos vendidos para consumo humano. A ascídia Styela plicata, encontrada na Bahia, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Santa Catarina, pode afetar a produção de alguns moluscos e, por se grudar em estruturas, aumenta os custos de limpeza. O mexilhão Myoforceps aristatus, detectado no Rio de Janeiro, em São Paulo e Santa Catarina, danifica outros moluscos, e, por isso, podem causar “grande prejuízo” para a indústria de cultivo de vieiras (um tipo de molusco).

Prevenção

Para prevenir a entrada dessas espécies no litoral brasileiro, o estudo sugere uma articulação do governo federal, através de seus vários ministérios, com empresas privadas e de capital misto – particularmente dos setores de energia, saneamento e abastecimento, navegação marítima e portuária. Isso porque essas companhias são as mais afetadas pelos invasores.

Outra sugestão é fazer a instalação e manutenção permanente de um sistema de informação para diagnóstico, monitoramento e alerta precoce de introdução de espécies invasoras marinhas. Essa estrutura, recomendam os autores, deve ser acompanhada de maior controle das fronteiras.




Fonte: PNUD Brasil.

quinta-feira, 11 de março de 2010

Hoje assistir AVATA


Gente assistir AVATA hoje, aproveitei que essa era a ultima semana de exibição no cinema e fui, até agora tô sem pára de pensar!

O James Cameron é sensacional! Um brilhante diretor, criador, produtor... O filme sem sobra de duvida, tinha que entrar para história!

Abraços

Ramon Morays

segunda-feira, 8 de março de 2010

Para você mulher! Felicidades pelo seu dia




Plena mulher, maçã carnal, lua quente,
espesso aroma de algas, lodo e luz pisados,
que obscura claridade se abre entre tuas colunas?
que antiga noite o homem toca com seus sentidos?
Ai, amar é uma viagem com água e com estrelas,
com ar opresso e bruscas tempestades de farinha:
amar é um combate de relâmpagos e dois corpos
por um so mel derrotados.
Beijo a beijo percorro teu pequeno infinito,
tuas margens, teus rios, teus povoados pequenos,
e o fogo genital transformado em delícia
corre pelos tênues caminhos do sangue
até precipitar-se como um cravo noturno,
até ser e não ser senão na sombra de um raio.
Pablo Neruda

sábado, 6 de março de 2010

Adeus Dener Pacheco


Morreu nessa madrugada, o ator Dener Pacheco, diaginosticado turmores no estômago e nos pumões. Ex-modelo, um ator com futuro que se foi. Adeus Dener, que você tenha realizado sonhos...

sexta-feira, 5 de março de 2010

Olha eu de novo....

Caros amigos desculpem-me a demora de colocar um novo post, é que as aulas começaram e nós moderadores estamos sem tempo, nos organizando, para as aulas... Por via, essa semana é em homenagem a mulher, estou ocupado com atividades destinadas a esta.
Para alegrar vocês, olhem esse vídeo.
Ramon Morays
video